quinta-feira, 20 de julho de 2017

Começando do começo...


Logo que iniciamos o curso com a Cris Crepaldi (https://www.facebook.com/PatchworkArteEmTecidos) éramos em cinco, Marta, Lisbeth, Iracema, Leila e eu! Todas ávidas a aprender, umas com mais experiência, outras partindo do zero; em comum a paixão pelos tecidos e a vontade de aprender!
Nosso primeiro desafio, fazer um painel com aplicação e TODINHO feito à mão... isso mesmo, zero de máquina de costura! Afinal de contas, as mulheres dos pioneiros, desbravando o novo mundo, lá na época da colonização da América do Norte, não tinham máquinas de costura e são as responsáveis pela maioria das técnicas e blocos do patchwork!! Então, era mãos à obra!
Infelizmente, como grande parte dos meus trabalhos, não tenho muitas fotos da execução...eu sempre me esqueço de fotografar, às vezes o trabalho vai embora e não sobra nenhuma fotinho dele pronto!!
Bom, vamos à ele! Vou descrevendo as técnicas e pontos usados nas fotos, ok? 


O centro do painel foi feito com uma aplicação em tecidos, popularmente conhecido como Patch apliquê, com uso de papel termocolante ( sempre uso o Heat and Bond, o melhor). O passo a passo, com vídeo, vocês podem conferir no Blog da Cris (https://cristinacrepaldi.blogspot.com.br/2011/09/ponto-caseado.html)

Detalhe do caseado


Nas folhas, foi utilizado também o ponto haste

Fonte: Bordado Passo A Passo. Mais de 200 técnicas essenciais para iniciantes. Maggie Gordon e Ellie Vance. Publifolha
Bom livro de referência, sempre consulto!

Os pistilos das flores foram feitos com ponto nó francês.


A lateral foi feito com retângulos unidos por pontos de costura (vou ficar devendo esse... logo posto um passo a passo deste ponto). O acabamento foi feito com a colocação de um debrun, usando pontos de costura e finalizado com pontinhos invisíveis.


Mas antes do debrun, o trabalho foi bem esticadinho em uma superfície lisa, preso camada por camada com fita adesiva e alinhavado, com linhas cruzadas em X e cruz; preparado assim para ser quiltado, também à mão.
O resultado vocês pode ver acima. Apesar de todo feito sem uso da máquina de costura, foi delicioso de fazer!!

O risco do desenho usado na aplicação foi este aqui abaixo.



Desenho feito por Cristina Crepaldi (https://www.facebook.com/PatchworkArteEmTecidos)


E aí, o que vocês acharam? Tenho muito orgulho do meu primeiro trabalho, tem lugar garantido na sala de jantar aqui de casa! Demorei pouco mais de um mês pra terminá-lo, desmanchando quando estava errado, sem dó nem piedade! Desmanchar é horrível, dá raiva, desânimo, mas é a unica maneira de ter um trabalho perfeito e impecável! 

Bom, por hoje é isso! 
Beijo grande

Nanda